Pensamentos [2].

Inventam-se frases, canções. Fingem-se palavras. Mas o sentir – esse sim é autêntico. E só escondê-lo não o torna menos real.
E que tudo que é real seja bom. E que todas as invenções e fingimentos passem a serem sentidos!

E sonhar continua sendo a melhor maneira de manter os pés no chão.
Saint-Exupéry, em O Pequeno Príncipe, diz que “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”
Cá com meus botões fico a pensar: E o que faz aquele que foi cativado?

Gostar de alguém é simples. O sentir flui fácil pelas veias do coração. O difícil é a necessidade de exteriorizar. Somos pequenos demais, por isso temos que dividir o que nasce dentro de nós. Tudo não cabe em um só, e sem espaço nada cresce.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s